BQVNC | O flerte cibernético de Akeem

03/11/2016

Powered by WP Bannerize

Marília Feix

Por: Marília Feix

Fotos: Agência DOJO

03/11/2016

“I wanna scroll down with you”, solta Akeem em sua primeira cantada de amor em tempos de Tinder, para a faixa “Cyber Love”, que marca o lançamento de um projeto autoral e homônimo.  O garoto é de Porto Alegre, mas já andou por muitas terras e tocou com outras bandas, do sul do Brasil ao Canadá. Multi-instrumentista, apresentou seu primeiro clipe ao mundo no início dessa semana, com uma realização estética regada de ironia vaporwave e da sonoridade de um garoto indie da Califórnia.

Deleite-se com essa canção ao melhor estilo Windows 95:

No elenco musical de “Ciber Love” estão Pedro Petracco (Cartolas), Felipe Kautz (Dingo Bells) e Jojo (Wannabe Jalva).  Além do time de talentosos amigos, Akeen teve a colaboração nova-iorquina de Darwin Smith, (da banda Darwin Deez), na masterização de suas duas primeiras composições. Continue essa leitura para entender um pouco das motivações e razões existenciais de Akeem:

Você tem o Darvin Smith como uma referência, certo? O que te chama mais atenção no trabalho dele? 
Sim, muito! Desde que conheci suas músicas e clipes em 2009 eu tento sempre trazê-lo de certa forma para meus trabalhos e inspirações. Gosto muito da estética e textura que ele utiliza em suas musicas e clipes. Musicas simples, boas de ouvir e um jeito diferente de dizer/expressar as coisas corriqueiras.

Como aconteceu o contato para que ele masterizasse as suas faixas? Chegou a conhecê-lo pessoalmente?
Ainda não o conheci pessoalmente. O contato foi via e-mail em um momento que tentei varias pessoas da gringa pra agregar no trampo. Ele demorou três meses pra responder, mas quando começamos a falar foi bem massa. Fui o primeiro trampo dele pago sem ser as coisas que ele fazia para seu projeto solo.

Você já tem uma trajetória como instrumentista, inclusive com shows internacionais no currículo. O que lhe motivou a lançar o seu projeto autoral e em inglês?
Vi que o momento de tentar algo sozinho era agora, nenhuma das bandas que estava tocando me satisfazia 100% e eu estava com muitos projetos de sons parados em casa. Vi que na gringa também existe muita oportunidade para qualquer tipo de música e arte.

Qual é o maior desafio dessa nova fase de maior exposição como músico?
Acho que conseguir um espaço no Brasil para começar a trilhar novos rumos. Como o objetivo é internacional, não estar na gringa todo o ano complica, mas a internet esta aí e vamos usar o máximo dela para nos aproximar de tudo e todos.

Você pretende lançar um álbum em algum formato físico? Qual?
Sim! Nosso single “Cyber love” entrará no nosso próximo disco que já começou a ser gravado. O início do lançamento é para o primeiro semestre de 2017.

Acompanhe o Akeem no Facebook e no Twitter e ouça também “Lullaby Of Samba And Goodbyes”, de preferência em um final de tarde de verão, trocando uma ideia com o Devendra Banhart

Tags:, , , , , , , , , ,

03/11/2016

Marília Feix

Marília Feix