Curtis Mayfield ganhará um filme sobre sua vida

11/10/2017

Powered by WP Bannerize

Ariel Fagundes

Por: Ariel Fagundes

Fotos: Reprodução

11/10/2017

A vida de Curtis Mayfield será retratada em um novo filme produzido por Lionel Richie.

Conforme o jornal Deadline, Richie conseguiu os direitos para tocar a produção em parceria com a viúva do músico, Altheida Mayfield. “Eu estou muito grato e não poderia estar mais feliz de levar adiante esse projeto maravilhoso”, declarou Richie. “Por anos, muitos outros tentaram fazer o que ele fez sozinho. Ele era um gênio, sempre se manteve na sua”, comentou.

*

A carreira de Curtis Mayfield começou em 1956, quando ele entrou para uma banda chamada The Roosters, que, dois anos depois, mudou de formação e passou a se chamar The Impressions. Curtis tornou-se o vocal principal do grupo e compôs várias das suas faixas de mais sucesso, como “Keep On Pushing” “People Get Ready”, “It’s All Right”, “Talking about My Baby” e “Woman’s Got Soul”.

Em 1968, ele criou em Chicago o seu próprio selo, o Curtom Records. Poucos anos antes, ele já havia se envolvido com as luta dos movimentos pelos direitos da população negra nos Estados Unidos e, na virada da década, acabaria se tornando uma das suas principais vozes. Seu disco solo de estreia, Curtis, saiu em 1970 trazendo faixas diretamente ligadas à valorização da cultura negra e à beleza dos seus elementos, como “We the People Who Are Darker Than Blue” e “Miss Black America”.

Abaixo, veja Curtis tocando ao vivo duas faixas da trilha de Superfly, “Pusherman” e “Freddie’s Dead”:

Ao longo dos anos 1970, ele lançou 11 álbuns, incluindo as elogiadas trilhas sonoras de Superfly (1972), um clássico do Blaxploitation, e Sparkle (1976), que foi toda composta por Curtis e interpretada por Aretha Franklin. Nos anos 1980, sua carreira deu uma declinada, mas ele ainda se manteve ativo, chegando a lançar cinco discos ao longo da década.

Em 1990, ele lançou seu penúltimo álbum, Take It to the Streets, e a década parecia promissora ao músico. Porém, no show do dia 13 de agosto, um equipamento de luz caiu em cima de Curtis e o acidente o deixou paralisado do pescoço para baixo.

Apesar de nunca mais poder guitarra, o artista chegou a compor e lançar mais um derradeiro disco, New World Order (1997). Após o trauma, sua saúde foi se fragilizando e, em 1999, Curtis Mayfield morreu aos 57 anos vítima de complicações de sua diabetes tipo 2.

Ainda sem data de lançamento prevista, o filme sobre sua vida produzido por Lionel Richie deverá repassar toda trajetória desse personagem da música negra. Assista abaixo Curtis apresentando “Future Shock” e “We Got To Have Peace”:


Tags:, , , , , , , , ,

11/10/2017

Jornalismo, música, astrologia, fotografia, vinil, tarot, direitos humanos, mitologias, fogueiras e a arte do bem-viver me interessam.
Ariel Fagundes

Ariel Fagundes