Exclusivo | O experimento DIY de Deb and The Mentals no clipe de “Mess”

09/06/2017

Powered by WP Bannerize

Ariel Fagundes

Por: Ariel Fagundes

Fotos: Reprodução

09/06/2017

Aumente o volume: hoje tem novidade do Deb and The Mentals. Lançamos com exclusividade o clipe de “Mess”, faixa que dá nome ao disco de estreia da banda paulistana (assista abaixo).

Produzido pela banda, o vídeo é um experimento do it yourself que surgiu da cabeça do baterista Giuliano Di Martino, que foi o diretor. “O clipe nasceu de uma pira minha com esse banheiro (sim, é um banheiro). Sempre que ia, ficava doido com todo esse visual inspirador e pensava: ‘preciso gravar um clipe aqui'”, conta Giuliano. Ele explica ainda que toda parte técnica foi feita rapidamente pelos próprios músicos: “Levamos as coisas e, com uma Go Pro presa no espelho, gravamos. Tudo sozinhos, com luz natural de banheiro, em quatro takes. Bem DIY”.

Veja:

Para Giuliano, que também dirigiu o clipe anterior do Deb and The Mentals (“Bleeding”), o “audiovisual é 50% de uma banda”. “Aprendi isso vendo os clipes na antiga MTV”, diz.

– Um clipe pode mudar muito a ideia de uma música. Tem muitas músicas que, ouvindo de primeira, não me impressionam. Mas aí, quando vejo o clipe, cria-se toda uma estética ao redor da música. Isso aconteceu, por exemplo, com o Sonic Youth. É uma música muito boa, mas com o clipe, se torna um trator na sua mente e PLAW, marcou sua cabeça pra sempre – comenta o baterista.

Já a vocalista e principal compositora da banda, Deb Babilônia, explica que “Mess” foi uma composição imprevista, surgida do acaso: “Foi uma das últimas músicas compostas para o disco. Eu estava tentando tirar uma música do Iggy Pop e acabei viajando e tentando algumas coisas e aí surgiu ‘Mess'”. E, seguindo o fluxo natural dos processos artísticos, a música que nasceu despretensiosamente chegou e se impôs, chegando a batizar o álbum todo. “Eu não fazia ideia de que seria o nome do disco, mas quando decidimos que esse seria o título combinou perfeitamente com toda a ideia do álbum”, diz Deb.

Lançado em março, Mess traz onze faixas produzidas por Alexandre Zampieri “Capilé”, do Water Rats e do Sugar Kane. De lá pra cá, “a repercussão tem sido muito boa”, comenta o guitarrista Guilherme Hipolitho. “Conseguimos inserção em festivais e mais datas de shows, principalmente fora de São Paulo. Fez com que rodássemos bastante e conhecêssemos muita gente”, diz. Inclusive, Deb Babilônia diz que é só nisso que consegue pensar daqui pra frente: “Tours, tours, shows, tours…”.

Ouça abaixo o álbum Mess:

Tags:, , , , , , , ,

09/06/2017

Entre o bemol e o sustenido.
Ariel Fagundes

Ariel Fagundes