Exclusivo | “Mulher, negra, lutadora e vencedora”, define-se Elza Soares

14/07/2016

Powered by WP Bannerize

Ariel Fagundes

Por: Ariel Fagundes

Fotos: NOIZE

14/07/2016

“A bossa negra de Elza Soares
Elza é o morro que desceu para o asfalto…
Bateu na porta do ritmo…
E ali resolveu morar…”

É assim que a cantora está descrita na contracapa do primeiro LP que gravou: Se Acaso Você Chegasse (1960). Lançado pela Odeon, o disco traz no título o nome do presente que Lupicínio Rodrigues lhe deu. “Foi a música que me deu chance de abrir fronteiras, de abrir caminhos”, diz Elza Soares nesta entrevista.

*

Esse disco inaugurou uma carreira que virou a mesa da música popular brasileira. O sucesso explosivo daquela jovem negra incomodou tanto que, no fim dos anos 1960, a casa onde morava com seu marido, o jogador Mané Garrincha, sofreu um atentado que motivou a fuga deles para a Itália, onde ficaram amigos do Chico Buarque e sua esposa na época, Marieta Severo.

Os obstáculos não páreos para a força vital de Elza, que batalha diariamente com a sua maior arma, o seu talento. Para ela, cantar é, ao mesmo tempo, a melhor forma de lutar e de curar as feridas do front. “A música é o sedativo da alma”, diz a cantora no vídeo carregado de emoção que você vê abaixo.

Tags:, , , , , ,

14/07/2016

Jornalismo, música, astrologia, fotografia, vinil, tarot, direitos humanos, mitologias, fogueiras e a arte do bem-viver me interessam.
Ariel Fagundes

Ariel Fagundes