Edy Star lançará disco inédito com Caetano Veloso, Ney Matogrosso e Filipe Catto

07/08/2017

Powered by WP Bannerize

Ariel Fagundes

Por: Ariel Fagundes

Fotos: Divulgação

07/08/2017

Um personagem lendário da música brasileira está de volta aos holofotes. Quarenta e três anos após o lançamento de Sweet Edy, o seu único disco solo, o baiano Edy Star irá lançar o seu segundo álbum.

Ouça abaixo Sweet Edy:

*

Não perca a chance de ter o vinil de Remonta, de Liniker e Os Caramelows! Tiragem limitada! Corra e garanta o lançamento mais recente do NOIZE Record Club.

Chamado Cabaré Star, o novo disco conta com a produção e a direção musical de Zeca Baleiro, que soltará o material através do Saravá Discos, o seu selo. Cabaré Star conta com a participação de Caetano Veloso, Ney Matogrosso, Angela Maria, Filipe Catto e do próprio Zeca Baleiro e trará ainda composições inéditas de Sérgio Sampaio e Zé Rodrix, conforme Edy contou à NOIZE.

Segundo o próprio músico, ainda em agosto, devem sair quatro faixas do álbum nas plataformas digitais e também um clipe de uma delas. A versão física está prevista para sair em setembro. De acordo com Edy, o disco levou cerca de um ano para ser gravado e está todo pronto. A demora no lançamento se deve ao atraso em relação à autorização de uso de uma música francesa que está presente.

Abaixo, dê play em Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10:

Vale lembrar que Edy Star é uma figura importantíssima da história da música brasileira. Em 1965, escreveu a letra de “Procissão”, grande sucesso do Gilberto Gil, fato que só seria registrado oficialmente mais de 40 anos depois. Em 1971, gravou com Raul Seixas, Sérgio Sampaio e Miriam Batucada o lendário Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10 (1971). Em 1974, ao lado d’Os Secos & Molhados, inaugurou a estética do glam rock no Brasil com seu disco solo. Como se não bastasse, em 1975, na época em que protagonizou a primeira montagem brasileira do musical Rocky Horror Show, Edy se tornou o primeiro músico no Brasil a assumir publicamente que é gay.

Sua vida de aventuras motivou a produção do documentário Antes Que Me Esqueçam, Meu Nome É Edy Star. Dirigido por Fernando Moraes, com direção musical também de Zeca Baleiro, o filme ainda não tem data de lançamento prevista.

Veja abaixo um trailer do doc:

Tags:, , , , , , , , , , , , , ,

07/08/2017

Jornalismo, música, astrologia, fotografia, vinil, tarot, direitos humanos, mitologias, fogueiras e a arte do bem-viver me interessam.
Ariel Fagundes

Ariel Fagundes