MIMO 2017 homenageia as mulheres e une o som erudito ao periférico

05/09/2017

Powered by WP Bannerize

Ariel Fagundes

Por: Ariel Fagundes

Fotos: Reprodução

05/09/2017

2017 é o 14º consecutivo em que é realizado o MIMO, festival marcado por trazer shows a cidades históricas, como Ouro Preto e Paraty, e por oferecer uma programação cultural bastante ampla, que conta com diversos workshops, exibição de filmes e atividades educativas.

Dessa vez, o evento acontece em Tiradentes (MG), nos dias 28 e 29/9; Ouro Preto (MG), dias 29 e 30/9; Rio de Janeiro, 10 a 12/11; e Olinda (PE), de 17 a 19/11 – sempre com entrada gratuita.

*

Em Tiradentes e Ouro Preto, se apresentam a cantora inglesa ALA.NI, a aclamada baterista de jazz Anne Paceo e um trio formado pelo saxofonista Zé Nogueira, o vibrafonista Arthur Dutra e o baixista Bruno Aguilar.

Em Paraty, o line up dos shows é uma homenagem às mulheres: se apresentam lá a portuguesa Teresa Salgueiro, conhecida por ter sido por a voz principal do grupo Madredeus até 2008, Oumou Sangaré, embaixadora da ONU e diva da música do Mali, a inglesa ALA.NI, e, representando nosso país, Baby do Brasil, Liniker e os Caramelows, As Bahias e a Cozinha Mineira, IZA e as virtuoses Andréa Ernest Dias, Elodie Bouny e Joana Queiroz.

Veja abaixo dois clipes incríveis da Oumou Sangaré:


No Rio e em Olinda, os destaques da programação são Emir Kusturica & The No Smoking Orchestra, da Sérvia, o coletivo colombiano Ondatrópica, Vieux Farka Touré (filho do lendário músico do Mali Ali Farka Touré), o violinista de jazz Didier Lockwood e Criolo, apresentando ao vivo seu álbum mais recente, Espiral de Ilusão.

Além de tudo isso, há uma intensa programação de filmes no Festival MIMO de Cinema. Em Paraty, será exibido em primeira mão o filme Clara Estrela, que conta a trajetória da cantora Clara Nunes, além dos documentários Ilú Obá de Min – Homenagem à Elza Soares, a Pérola Negra, Torquato Neto – todas as horas do fim, Fevereiros (sobre Maria Bethânia), Sobre Noiz (que mostra a produção do disco mais recente do Emicida), A Plebe é rude (sobre a banda Plebe Rude) e O piano que conversa (que acompanha o pianista Benjamim Taubkin). Não bastasse, o longa-metragem Híbridos, os espíritos do Brasil, de Vincent Moon e Priscilla Telmon, ganhará uma sessão de pré-estreia.

Confira mais detalhes e a programação completa do MIMO aqui. Veja abaixo uma amostra do que aconteceu na edição do ano passado:

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

05/09/2017

Jornalismo, música, astrologia, fotografia, vinil, tarot, direitos humanos, mitologias, fogueiras e a arte do bem-viver me interessam.
Ariel Fagundes

Ariel Fagundes