Sangria Digital vol.32 | Cortázar Techno 

17/03/2017

Powered by WP Bannerize

Gabriel Cevallos

Por: Gabriel Cevallos

Fotos: Divulgação

17/03/2017

Pequena história destinada a explicar como é precária a estabilidade que acreditamos existir, ou seja, como as leis poderiam ceder terreno para exceções, acasos ou improbabilidades, e aí é que eu quero ver.

Como o título de um conto do escritor argentino Julio Cortázar pode descrever uma mixtape. Sim, esse parágrafo acima é só o título do conto. O conto agora não importa, mas existem leis para uma mixtape? Se tiver, acredito que nesse caso ela teria cedido terreno para algumas exceções, tipo, nunca misture ambient com house ou nunca toque ambient, ninguém escuta. Como eu acredito em improbabilidades, sigo tentando entortar algumas mentes justapondo músicas, espero vocês no ponto de chegada com água gelada e os louros da vitória.

Talaboman – Midnattssol
Japan Blues – Everthing Passes
Badia – Monoto
Efde – My Bleep (Ambient Mix)
Bitchin Bajas & Bonnie Prince Billy – Your Heart is Pure, Your Mind is Clear, and Your Soul Devout
Whodamanny – Crystal Aestus
Yoshinori Hayashi – Waterwheel
Klaus Weiss – Into the Wind
Ghostwriters – Swizzle
Pyrolator – Danger Cruising
JVXTA – The Departure
Coppice Halifax – Dayglo Daze
Telephones – DTMF (Call Super Remix)

Tags:, , , , , , , , , , , ,

17/03/2017

Gabriel Cevallos

Gabriel Cevallos