Mulamba e BadSista unem forças e lançam clipe para remix de “Espia Escuta”

28/04/2020

Powered by WP Bannerize

Brenda Vidal

Por: Brenda Vidal

Fotos: Reprodução

28/04/2020

Sugestão-convite-ordem: “espia, escuta”/ na esquina, na calçada” e aceite o fato de que “a mulherada” está “ficando embucetada”. É assim, direto e reto, que a Mulamba canta e conclama em “Espia Escuta”, de Mulamba (2018). Esse manifesto em forma de funk ganha novos tons através das camadas eletrônicas da versão remix assinada por BadSista, e se potencializa com o clipe que brinda essa parceria. O vídeo, dirigido por Leticiah Futata, você assiste abaixo, em primeira mão.

*

Se a composição é crua por si só, o clipe dobra a aposta e investe na ocupação e interação dos corpos das dançarinas Bety Damballah, Jacu Cool, Flá Massali, Flavia Pereira, Majo Farias com a rua. Futata inverte essa dinâmica, tantas vezes sinônimo de insegurança, assédio e violência, e transforma cada esquina, asfalto e calçada em palco.

Amanda Pacífico, uma das vocalistas da Mulamba, comentou, em release divulgado à imprensa, as intenções artísticas da banda que resultaram na colaboração com BadSista: “A gente quer que esse remix chegue nas pistas das festas, nas quebradas com a força que a música merece. Queríamos que ela [a canção] fosse trabalhada por alguém que desse esse peso que precisava, então pensamos que ninguém melhor do que a BadSista que, para gente, é referência de produção musical eletrônica e principalmente ícone quando se trata de música para botar a raba pra dançar”, declarou.

Para explorar novas sonoridades para explosiva faixa que denuncia violências de gênero e rompe com tabus de performance de sexualidade e de identidade, BadSista, em mesmo release, compartilhou : “Foi muito especial quando fui chamada pois, como artista emergente, receber esse convite e palavras de admiração de artistas importantes é muito especial, muito mesmo. E pra mim, é como se fosse um ponto de encontro onde tudo faz sentido dentro do meu trabalho. Não é fazer por fazer, é fazer porque acredita. E acredito principalmente na força que temos quando criamos esse grande organismo com mulheres LGBTs, falando sem medo e com muito talento. A conexão e o apreço ganha mais peso. Espero estar nesse momento de troca E me ‘embucetar’ mais uma vez com elas”. O remix de “Espia Escuta” já está disponível nos streamings – mas aconselhamos você a não poupar o player e assistir ao clipe incontáveis vezes.

28/04/2020

Brenda Vidal

Brenda Vidal