Warung Day Festival celebra sua 6ª edição com DJ Koze, Rødhåd e line de peso

01/04/2019

Powered by WP Bannerize

Bruno Barros

Por: Bruno Barros

Fotos: Ebraim Martini/Divulgação

01/04/2019

Integrando o aquecido circuito de grandes festivais de música eletrônica no Brasil, o Warung Day Festival destaca-se por ser uma produção 100% brasileira. Parceria das empresas T2 Eventos, Planeta Brasil Entretenimento e Warung Beach Club, o festival leva o nome do clube, em atividade desde 2002, responsável por incluir o sul do país no mapa internacional do gênero, com produção constante e parcerias com selos e artistas do mundo todo. “Chegar à 6ª edição de um evento é uma satisfação, mas para nós do WDF é a consolidação de uma marca que é o próprio Warung: um templo de música eletrônica dedicado a quem vive a música em toda sua amplitude”, avalia Gustavo Conti, sócio-fundador do Warung Beach Club.

A menos de 15 dias do festival, a Noize apresenta abaixo com exclusividade uma mix do produtor e sócio do empreendimento Renato Ratier. O DJ, que se apresenta às 17H no palco Pedreira Stage do WDF, passeia entre house e techno em uma hora de mix, destacando apenas artistas que estarão no próximo dia 13 de abril na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba.

*

Ouça abaixo:

O local escolhido pelo WDF na capital paranaense, a Pedreira Paulo Leminski contempla, assim como no clube localizado na paradisíaca Praia Brava, em Santa Catarina, a relação do público em meio à natureza. Uma estrutura imponente promete uma experiência mais imersiva e sustentável aos participantes. “Com uma pista principal maior, ofertamos uma visão mais ampla tanto para quem estiver nas pistas como para quem estiver nos camarotes”, explica Patrik Cornelsen, sócio e diretor de produção do WDF. A tenda para cobertura da pista principal não possui pilares internos, além de ter pé direito de 16 metros, o que possibilita melhorar ainda mais a cenografia e engenharia de som, como explica Carlos Civitate (Jejê), empresário de Curitiba e sócio do festival. “Com essa tenda maior na pista principal, a cenografia neste ano também será especial porque traremos uma estátua central de quase seis metros de altura”, revela Jejê.

Foto: Gustavo Remor/Divulgação

Todos os detalhes são acompanhados de perto pelo grupo de idealizadores e realizadores do festival a fim de receber da melhor forma um público que cresce a cada ano. Em 2018 foram 14 mil pessoas no WDF. “No último ano, atingimos mais uma vez um público recorde para o WDF, além de termos mais de dois mil ingressos vendidos para fora do país. Curitiba é uma cidade extremamente benéfica e bem localizada em todos os sentidos, com uma boa malha aérea”, destaca Luis Gustavo Zagonel, sócio-diretor do WDF. Ele destaca que o WDF cresce e evolui a cada ano, “como um braço do nosso Templo em Itajaí dentro de Curitiba. Assim como no litoral catarinense – onde o nascer do sol é um momento mágico – o Warung Day Festival começa ainda durante o dia, fator que privilegia ainda mais a paisagem natural do espaço”, pontua.

Três pistas dividem 23 artistas escalados para mais de 12 horas de música. “Na questão sonora, podemos proporcionar para as pessoas desde um House mais acessível, com vocal, até o Techno e Progressivo. O evento consegue manter essa coerência musical e diversidade no line up, agradando o público presente”, explica Renato Ratier. Estão escalados nomes nacionais como Anna, Gui Boratto, Caio T, Gui Scott e Bárbara Boeing e nomes internacionais como o holandês Joris Voorn e os alemães Rødhåd, Oliver Koletzki, Gerd Janson e DJ Koze.

Os ingressos estão à venda aqui a partir de R$140. Para mais informações, acesse o site do festival e confira abaixo os horários de cada apresentação:

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , ,

01/04/2019

Em formação, Bruno pesquisa produção de conteúdo e cultural. Colabora pontualmente com a NOIZE (s.brunobarros@gmail.com)
Bruno Barros

Bruno Barros