Tears for Fears comprova: saudosismo pode ser divertido

05/10/2011

The specified slider id does not exist.

Powered by WP Bannerize

Revista NOIZE

Por: Revista NOIZE

Fotos:

05/10/2011

Roland Orzabal e Curt Smith já foram top of the pops nos 80’s. Com “Everybody Wants to Rule the World”, com “Shout”, Head Over Heels” e “Sowing the Seeds of Love”. Nesta terça à noite, em Porto Alegre, trouxeram todas elas (e otras cositas más) de volta aos holofotes no palco do Pepsi On Stage.

*

Eram 21h20 quando o Tears For Fears subiu ao palco. Ovacionado. Pela alegria que tomou conta do povo, a impressão era de que o calendário havia voltado alguns bons anos. Uns 25, pelo menos. E o contigente de carecas ao léu não se deixava enganar.

“Foi um showzaço”, celebrava Paulo Berwanger. “Eu curtia muito eles quando era mais novo, e eles tocaram todas aquelas que costumavam tocar nas rádios por aqui, nas festas…”

Durante as quase duas horas de show, a banda britânica semeou hits, arriscou frases em português, arranhou um espanhol e até mesmo francês. Deixaram o palco sob gritos de “mais um”. No bis, com a sequência de “Woman in Chains” e “Shout”, a comprovação: uma pitada de saudosimo não faz mal a ninguém. Pelo contrário, pode ser divertido.

“Ah, eu adorei. Poderia passar a noite inteira aqui dançando com as minhas amigas”, celebrava Angélica Plentz enquanto esperava a carona para voltar a 2011.

Por Tomás Bello

Tags:, ,

05/10/2011

Revista NOIZE

Revista NOIZE